Recovery, o segredo dos atletas de performance.

 

O Recovery é tão importante quanto ao treino.

 

O objetivo de todo programa de treinamento é gerar estímulos sequenciados para conseguir adaptações físicas, fisiológicas, neurológicas e metabólicas, que melhorem ao Atleta. Cada sessão de exercício é interpretada pelo corpo como um estresse físico, e se defendendo do estresse, é que o corpo reage com as adaptações. Só que o estresse intenso e repetitivo deve estar seguido de períodos de descanso ou Recovery, nos quais, acontecem as respostas fisiológicas, hormonais, neurológicas e metabólicas, sínteses de proteínas, mudanças nos limiares, mudanças na composição das fibras musculares e outros tecidos, melhoras na eficiência da utilização dos metabolitos para gerar respostas mais rápidas, mais precisas, e outras adaptações que serão expressas no Performance. 

 

O objetivo do Recovery é restaurar os sistemas do corpo a sua condição basal.

 

Dando uma olhada no que acontece logo de uma sessão intensa de atividade física (no treino ou na prova) o cérebro produz um hormônio chamado Fator Neurotrófico que agudiza as funções cerebrais. A glândula adrenal libera ao cortisol, que entre outras funções faz com que os carboidratos sejam transformados em glicose para serem usados como energia, o Glucagon transforma as reservas do glicogênio e gordura em glicose, para manter os estoques prontos na utilização como fonte energética. A insulina também faz a sua tarefa de manter os níveis de glicose no sangue. A Adrenalina aumenta o fluxo sanguíneo ao músculo (aumentando os batimentos cardíacos e aumentando o calibre das artérias) levando glicose e oxigênio, respondendo as demandas de energia. O ácido lático começa se acumular pela incapacidade do sistema respiratório de fazer que a disponibilidade de oxigênio e a expulsão do CO2 tenham a mesma velocidade das demandas musculares. O hormônio do crescimento é precisado para começar a reparação dos tecidos e células e a sínteses de proteínas que vão dar inicio aos processos adaptativos. Todos esses processos geram uma inflamação no músculo caraterizado pela cor vermelha na pele, o calor, o edema e a dor.

 

Com o respetivo repouso esses processos voltam ao equilibro. Porém, existem técnicas de fisioterapia que podem acelerar o processo de recuperação e é o que aqui temos chamado de Recovery.

 

Algumas das técnicas do Recovery incluem: as massagens, os alongamentos, a crioterapia, e a compressão. Os nutricionistas consideram fundamental a hidratação, a alimentação e a suplementação, dentro das terapias de Recovery para garantir a recuperação metabólica.

 

No próximo Post vamos falar das técnicas de Recovery oferecidas pela Evolute Sports em parceria com a 42k Suplementos Nutricionais. No artigo, vamos falar das piscinas de crioterapia, das botas de compressão, do Game Ready, e do Recovery Drink que fornece a 42k suplementos.

 

Para conhecer mais sobre estes serviços, convidamos você entrar no site www.evolutesports.com.br e no www.42ksuplementos.con.br

Please reload

Destaques

Jovem imigrante Venezuelano conquista medalha de ouro para seu novo Pais

April 29, 2018

1/8
Please reload

Recientes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags