Novo paradigma como alternativa no uso do carbo gel para o Intra-Treino.

 

Todos os Atletas conhecem bem os carbo gels. Eles tem sido úteis para repor os estoques do glicogênio durante o exercício intenso. 

 

Os carbo gels foram criados na Inglaterra no ano de 1986 e foram experimentados pela primeira vês numa prova de nível Mundial no Ironman da Hawaii em 1988. 

 

Eles são muito práticos, com um formato fácil de utilizar pelo atleta em movimento, e oferecem energia rápida. O problema do carbo gel, é que ele é muito doce, tanto que alguns atletas ficam enjoados, e pelo fato de conter carboidratos simples de absorção rápida, geram um pico de glicemia, e como consequência, uma resposta rápida da insulina. Isso nem sempre é bom, já que alguns atletas podem gerar uma hipoglicemia pela rápida descida da glicemia.

 

Vários anos depois, foram desenvolvidos carbo gels com carboidratos mais complexos, que não são absorbidos tão rapidamente, e que não geram uma resposta da insulina tão forte, eles constituem o que eu chamo de carbo gel 2.0

 

No Mercado muitas empresas de suplementos nutricionais tem acrescentado os carbo gels com diferentes elementos como a cafeina, os BCAAs, gorduras de cadeias curtas, ervas, coenzima Q, entre outros. Eles pertencem ao grupo dos carbo gel 3.0

 

Recentemente e logo de uma pesquisa entre usuários do carbo gel, a 42k suplementos desenvolveu uma alternativa interessante para repor os estoques do glicogênio no Intra-Treino. Uma alternativa diferente ao carbo gel. Trata-se de uma barra feita de banana, com vinte e dois gramas de carboidratos (80% frutose e 20% amidas) acrescentada com eletrólitos (73 mg de sódio e 373 mg de potássio. Se compararmos com um carbo gel meio, tem 50% mais sódio e 10 vezes mais potássio). E além dos carboidratos e eletrólitos, contém um grama de proteína. Essa joia é chamada de Power Run, o que temos chamado de um carbo gel 4.0 

 

Os vinte e dois gramas de carboidratos são equivalentes ao carboidratos contidos no carbo gel o qual permite ser usado na mesma proporção, a cada trinta ou quarenta minutos da atividade física intensa. Com a grande vantagem que não é doce, não é enjoativo, e não produz o pico da glicemia nem eleva a insulina nos níveis alcançados depois do uso de um carbo gel. Isto tem sido considerado por muitos nutricionistas como um aspeto a considerar no momento de planejar a suplementação dos treinos e das provas.

 

Num estudo clínico publicado na magazine Medical Science of Sport and Exercise no ano 2008, https://pdfs.semanticscholar.org/e8bc/b60d8fa68ab3fc8856595e9fdbc322285f4e.pdf,  se mostrou que o uso de fontes mistas de carboidratos (glicose + frutose) durante os treinos ou provas resulta num desempenho melhor muito melhor. O qual poderia significar que o ideal é não manter só a suplementação com o carbo gel num treino, o ideal poderia ser revezar com a barra de banana Power Run para obter um melhor performance. 

 

O Power Run é sem dúvidas a quebra do paradigma na suplementação no Intra-Treino. 

 

Pergunta a teu nutricionista.

 

 

Please reload

Destaques

Jovem imigrante Venezuelano conquista medalha de ouro para seu novo Pais

April 29, 2018

1/8
Please reload

Recientes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags